A crise hídrica no Brasil: Entenda os principais motivos da escassez de água

A falta do manejo adequado dos nossos recursos naturais contribuem diretamente para a escassez de água no Brasil. Por isso, garantir que a população brasileira tenha acesso à água de qualidade é um dos principais desafios do poder público e é a missão da Só Água Potável. Esse bem natural é um dos que mais dá sinais de que não substituirá as mudanças climáticas e as intervenções humanas constantes no meio ambiente.

Em diferentes regiões do Brasil, é possível perceber os impactos, como o desaparecimentos de rios e nascentes, escassez e poluição das águas. Com isso, é fundamental que a nossa sociedade mude o seu comportamento em relação aos recursos naturais, pois não teremos eles para sempre.

A falta de recursos naturais é um problema sério que precisamos colocar em pauta. Não podemos esperar a situação chegar a níveis ainda mais alarmantes para tomar alguma atitude. Se esperarmos muito tempo, poderá ser tarde demais e as consequências poderão ser irreversíveis no meio ambiente.

A visão que estendemos para todos os lugares que vamos é “Ser a melhor solução de água potável do Brasil, levando em conta o bem-estar das pessoas e do meio ambiente”. Nós sabemos o quanto a água é um recurso valioso para todos, inclusive para as pequenas e grandes indústrias, e nós queremos levar o acesso para todos, mas esse é um trabalho que fazemos junto com a sociedade.

Com isso, as causas mais comuns para a crise hídrica, tanto no mundo quanto no Brasil, são:

  • desperdício de água;
  • diminuição do nível de chuvas;
  • aumento do consumo de água devido ao crescimento populacional, industrial e da agricultura.

O Brasil tem a maior reserva de água superficial do mundo, vastos reservatórios de água subterrânea e duas das maiores áreas úmidas: a Bacia Amazônica e o Pantanal Mato-Grossense, além de ser detentor de 12% da água doce mundial. No entanto, essa abundância de água não garante a segurança hídrica do país.

Um dos maiores problemas é a discrepância geográfica e populacional da água dentro do país: Região Hidrográfica Amazônica comporta 74% da disponibilidade da água e é habitada por apenas 5% dos brasileiros. A água nem sempre está localizada próxima à população que necessita desse recurso para sua sobrevivência.

O pensamento do brasileiro comum é não conseguir associar que a floresta que segue em pé é um dos principais motivos da distribuição de água no país, pois são elas que produzem a grande quantidade de nuvens carregadas de água que circula no país, ou seja, com o desmatamento desenfreado que vem acontecendo nos últimos anos, os ciclos de chuvas no resto do país entra em desequilíbrio, tendo lugares que podem passar meses sem ter chuva para abastecer os reservatórios de água e nutrir as plantações, além dos momentos de seca ainda mais prolongados.

Quanto mais a população cresce, mais faz o uso intenso dos recursos naturais, logo, o impacto na sustentabilidade é grande.

Segundo a ONU, as principais razões para falta de acesso à água são:

  • urbanização;
  • crescimento populacional;
  • desigualdade social;
  • pobreza;
  • falta de acesso à educação e ao trabalho.

A ação humana é a principal responsável pelas alterações na disponibilidade de água e no regime de chuvas do país, mas ainda podemos reverter a situação. Racionalizar o nosso consumo de água é um dos primeiros passos que temos que tomar: reutilizar a água que poderia ser descartada e utilizar em outros momentos e só após isso realizar o seu descarte devido.

Nós, da Só Água Potável, temos a consciência e entendemos que temos uma grande responsabilidade com o meio ambiente. Justamente por isso, todo o trabalho que realizamos, estamos devidamente preparados, com profissionais que sabem o que estão fazendo e com equipamentos de primeira.

OUTROS POSTS